Operação Prato: Um dos mais importantes registros ufológicos da história!

O Brasil é um país extremamente ativo, quando se fala de aparições de UFOS ou, até mesmo, extraterrestres. A Operação Prato é o maior caso envolvendo possíveis aliens hostis, tão hostis que a presença de militares foi solicitada, pois já haviam sido contabilizadas mortes civis.

Arquivos da Operação Prato não são fáceis de se encontrar na internet, mas com um pouco de esforço é possível achar um relatório ou outro, já que os documentos mais importantes ainda não foram liberados.

Desse modo, vamos tentar aprofundar o máximo possível sobre esta operação, e como ela se desenvolveu.

1011255_807654862587604_8082718211736442823_n

Operação Prato

A Operação Prato tem este nome devido ao formato dos OVNIS vistos pela região se assemelharem a pratos, esta operação é dada, até hoje, como uma das mais importantes operações realizadas por nossa força aérea, em território nacional. E a maior já realizada no estado do Amazonas.

Efetivada em dezembro de 1977, a operação prato tinha como objetivo monitorar o espaço aéreo brasileiro que estava sendo invadido por aeronaves não identificadas, além disso a população ribeirinha relatou
que estas aeronaves apontavam uma espécie de luz, que foi apelidada de “Chupa-chupa”.

operação-prato

Este estranho feixe de luz queimava a pele de suas vítimas e provocava necrose. As vítimas do ataque, geralmente, eram mulheres jovens. Além disso, os ataques eram feitos, geralmente, na parte esquerda do peito.

O comandante designado para operação foi o Capitão Uyrangê Hollanda, por determinação do 1° Comando Aéreo Regional, o COMAR, de Belém, no estado do Pará. A operação deveria ser mantida em sigilo absoluto até seu término.

Dados da operação

O capitão Hollanda se manteve cético quanto ao relato dos ribeirinhos, à medida que os mesmos relatos eram dados por pessoas diferentes que moravam a centenas de quilômetros de distância, Hollanda começou a dar um certo crédito aos populares que foram atacados.

Após colher informações, Hollanda contou com um suprimento de equipamentos de última geração, para época, o que incluía câmeras, radares e equipamentos óticos de visão noturna.

Após organizada a operação, o contingente fotografou e capturou em vídeo onde os estranhos objetos são avistados com certa clareza.

operação-prato-1-300x167

O então cético capitão Hollanda passou a acreditar totalmente no relato dos moradores locais e, de uma vez por todas, deu a ordem para que todo objeto não identificado visto fosse atacado e derrubado.

Segundo Hollanda, ele chegou a dar de cara com um desses ufos enquanto fazia uma patrulha de rotina e temeu por sua vida, pois antes mesmo que pudesse pensar em atacar, o estranho objeto fez movimentos agressivos, fazendo menção de atacar o aviador, mas o resto de sua esquadra se juntou a ele, fazendo com o que o OVNI fugisse.

20 anos após o ocorrido, o já reformado Coronel Hollanda foi a público falar sobre o assunto, dando uma entrevista histórica para uma famosa revista do ramo da ufologia, mas antes mesmo de ter a matéria publicada, cometeu suicídio.

Segundo sua filha, que encontrou o corpo do pai, ele estava depressivo há anos e não lhe contava nada sobre a misteriosa operação prato. Atualmente, os documentos dessa operação deveriam ter sido liberados de forma integral pela força aérea brasileira, mas não foram.

Isso, obviamente, gerou uma série de protestos de ufólogos e pessoas a favor da liberação de documentos que tiveram seu tempo de resguardo expirado, mas mesmo assim, a liberação destes documentos tão importantes parece que não vai acontecer tão logo.

operação-prato-2-300x244
Existem uma série de reportagens feitas pela Rede Globo, que são incrivelmente interessantes e estão disponíveis na internet. É recomendado ao leitor que se interessou sobre assunto assisti-los.

Tem algo a acrescentar ao artigo? Sabe de alguma novidade sobre o ocorrido? Compartilhe com os demais, o conhecimento deve ser espalhado!

Fonte: http://curiosidadeestranha.com/2015/08/operacao-prato/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s